Ação Institucional, Notas públicas

Barão de Itararé lança nota pública de apoio para a Mídia Ninja e o Fora do Eixo

Felipe Peçanha, coordenador do Midia Ninja no Rio de Janeiro

Felipe Peçanha, coordenador do Midia Ninja no Rio de Janeiro

Pela liberdade de expressão, somos todos Ninjas Fora do Eixo!

O Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé vem a público se solidarizar com o movimento Fora do Eixo e Mídia Ninja.

O linchamento promovido pelo partido da imprensa golpista (PIG) e seus fantoches ao Fora do Eixo é mais uma prova de que a censura não morreu com a ditadura militar, ela está mais viva do que nunca nas redações das grandes empresas de comunicação que impedem que novas narrativas independentes de jornalismo e ação, como as exercidas pelos Ninjas, possam se expressar com liberdade em todas as esferas da cultura brasileira.

Do contrário, como explicar o bombardeio do PIG contra o Fora do Eixo e o completo silêncio sobre a denúncia de sonegação de mais de R$ 615 milhões da Rede Globo aos cofres públicos brasileiros? Denúncia esta que sumiu do Ministério Público Federal e só foi resgatada agora, após dez anos de tramitação, devido ao vazamento de documentos que comprovam o Globogate. Onde estão as capas investigando o caso? Ora, é mais importante denunciar factoides contra Pablo Capilé, líder do movimento. Isso é censura.

Enquanto as contas bancárias do Fora do Eixo são reviradas, nada se fala sobre a Folha de S.Paulo ter recebido ao menos R$ 109 milhões em 2012. Para a revista Veja, no mesmo ano, foram R$ 52 milhões apenas do governo de São Paulo. Segundo dados da própria Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), entre 2011 e 2012, mais de 72% de toda publicidade oficial investida na internet ficou nas mãos de grandes grupos de comunicação. Foram R$ 4,77 milhões de R$ 6,6 milhões gastos apenas com os grupos Globo, UOL, Folha, Estadão, Abril, RBS, Microsoft, Fox e Yahoo. Isso é censura.

No Brasil, o sistema brasileiro de televisão é composto de 332 emissoras, sendo que 263 estão vinculadas às redes Globo, SBT, Record, Bandeirantes, Rede TV! e CNT. A pesquisa, de 2005, do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), mostrou que só Globo e SBT possuem, respectivamente, 20 e 11 emissoras próprias, quando a lei determina que uma mesma entidade pode ter no máximo  10 concessões de TV em todo o território nacional. No entanto, para estes monopólios midiáticos, a qualidade das transmissões da Mídia Ninja é o grande problema da comunicação no Brasil. Isso é censura.

Por estes e outros motivos é que lançamos hoje, em Brasília, a Lei da Mídia Democrática. Com mais de 1 milhão de assinaturas, o projeto de iniciativa popular é parte fundamental da verdadeira e profunda reforma democrática que o país precisa. Entre outros pontos, o projeto defende o fim da propriedade cruzada dos meios de comunicação, a distribuição equânime das verbas públicas de publicidade e mais diversidade de produção e conteúdo no rádio e na TV. O fato é um marco na história do Brasil. O grande desafio agora é mobilizar e pressionar pela sua aprovação no Congresso Nacional.

E nesta luta sabemos de que lado estamos e quem são nossos companheiros. Pela democratização da mídia e da cultura e em defesa da unidade dos movimentos sociais o Barão de Itararé também é um Ninja Fora do Eixo!

Rio de Janeiro, 22 de agosto, de 2013.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Nota Pública de Apoio do Barão de Itararé | Transparência - agosto 24, 2013

  2. Pingback: Refletir II! | Tiago Andrade - Personal Trainer - setembro 3, 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Clique aqui para baixar os materiais da campanha:

%d blogueiros gostam disto: